Rebolar em Cima da Moto? Que Papo Estranho é Esse?

3 comentários





Queridos alunos e internautas,

É mesmo!!! Rebolar, mexer as “cadeiras”, balançar o quadril. Tem que ser muito macho mesmo pra fazer isso em cima de uma moto.

Claro, estamos falando de fazer curvas com a moto. É fascinante, pora não dizer que é muito prazeroso fazer curvas, deitando a moto em inclinações não imaginadas por nós, humildes motociclistas.

Deixa eu primeiro explicar um pouco sobre as posições do piloto em cima da moto e depois eu digo porque o rebolar.

São vários os tipos de curvas: fechadas, abertas, “curvas retas”, etc. As posições de pilotos, por fazer as curvas, são praticamente três:

1- Piloto mais inclinado do que a moto. Esta posição refere-se a algumas situações, por expl.: um piloto de moto GP. Ele tem que “sair ” da moto, empurrar com seu próprio peso, utilizando as pernas contra o tanque, para trazer a moto a tangente da curva.
Uma outra situação. esta é para se defender dos buracos em curvas, ou mesmo se defender de pisos mais escorregadios e imperfeitos ( irregulares). Entre nas curvas com a moto em pé, com o corpo puxando a moto para o lado da curva, ou seja, a aderência do pneu de sua magrelinha se torna mais eficiente.

2- Piloto com a mesma inclinação da moto. Esta posição é a mais comum. Não sei aonde eu aprendi a fazer este tipo de curva. Acho que vi pela televisão. Bom, é legal, pois dá muita emoção. Motos do tipo Naked, ou esportivas, são gostosas de sentir esta sensação. Mas imagine-se entrando em uma curva aberta, teu corpo junto com a inclinação da moto, deitando…. deitando… a curva se fechando mais e mais… a moto agora não está na tangente da curva, ela está abrindo a curva, se “esparramando”, indo para o lado contrário da curva… você rezando…chamando Jesus de Jenésio, pedindo pra Deus te ajudar para que a moto volte a curva…. e aí?

3- Piloto reto e moto inclinada: E aí…? deite mais a moto do que o corpo. Esta posição facilita trazer a moto “mais para dentro da curva”, neutralizando a força centrífuga que faz puxar a moto para fora. Para isso é necessário mexer o quadril, e não o corpo inteiro ( como os ombros ). Mexa só a bunda, reboqr umale mesmo!!! É muito bom. Meus alunos gostaram muito. Vejam algumas fotos em meu Orkut Amaral Instrutor . Fotos e filmes publicados por eles mesmo.

Este tipo de posicionamento é muito eficaz quando rodamos em corredores e carros nos fecham repentinamente. Sair de buracos, etc. “jogar” o quadril ( rebolar) poderemos nos defender melhor desses tipos de situações.

Espero comentários e críticas. Vamos crescer juntos dentro desse mundo fascinate que é o mundo das motos.

Ofereço este artigo a todos meus alunos, que rebolaram muito nos meus cursos e por isso sofreram bastante.

Obrigado, FBISP pela sugestão. Abraços a todos.

  1. Olá Amaral,

    Confesso que meu estilo é o primeiro exemplo e me sinto mais seguro e a moto mais aderente ao asfalto, ja perdi muitas curvas e graças a esse estilo e aderência tive condições de usar mais o contra esterço e terminar a curva sem que a moto perde-se aderência ao solo.

    Um abraço,

    Zuilhas

  2. Estranho…. mas incrivelmente útil.rsrsrsrs.

    Nunca imaginei encostar a pedaleira da minha Sahara no chão.

    Um grande Abraço Amaral….
    Mauricio “Atropelador” (Saharamaníacos)

  3. Olá Amaral estou gostando desse topico tirei minha carta faz 15 dias e ja estou pegando alguns corredores mais com um pouco de medo nunca pilotei moto mais comfesso que estou começando a gostar eu soqueria uns macetes de como entrar nas curvas fechadas e abertas as vezes entro em uma curva acabo a curva na outra faixa isso me deixa irritado o pessoal que anda comigo na garupa diz que preciso soltar o braços deixa-los leve a vontade e soltar o corpo para dar o famoso quebrao em corredores maos nao pegar retrovisores me da umas dicas apesar de estar guiando moto a 15 dias ja peguei castelo branco e anchieta so preciso melhor mesmo nos corredores valeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *