Para O Motociclista Defensivo O Que É Mais Importante? O Torque (Força), A Potência (Velocidade) Ou Somente A Cilindrada? ( pequena explicação sobre estes poderes do motor )

3 comentários

Queridos amigos, alunos e leitores.
Em minhas “aventuras” como consultor de vendas e supervisor de treinamento de produtos sobre motos, vejo uma preocupação, com os clientes e com meus formandos em vendas, a respeito de qual a velocidade que tal moto atinge. Ou seja, o interesse principal é a velocidade final da moto.

Bem, é considerável tal atitude, pois a velocidade é algo que transmite “poder”, status, adrenalina e destreza. É, de fato, um “vício”. Eu gosto. 

Mas, o que significa a força que a moto atinge? Ela é importante para a pilotagem? Qual é a diferença entre POTÊNCIA, TORQUE E CILINDRADA?

Como podemos aproveitar destas forças do motor de uma moto para termos uma pilotagem segura?

– CILINDRADA: é a capacidade cúbica (cm³) de combustível e ar que cabe dentro de um recipiente no motor, chamado cilindro. Portanto, cilindro nada mais é do que um recipiente onde fica o combustível e o oxigênio para serem detonados e gerar força no motor.

– POTÊNCIA: é medido por cavalos vapor (cv) ou Horse Power (HP). Refere-se à velocidade final que uma moto atinge. LEMBREM-SE: uma moto de grande potência não significa que ela (a moto) seja a melhor em desempenho. Exemplo disso é a Hayabusa com 197 cv, com 220 kg a seco e entre eixos de 1,480 mm, comparando com uma GSX 1000 R, com 185 cv (sem indução de ar), 172 kg  a seco e entre eixos 1,415. Qual delas tem um  desempenho melhor? Sem dúvida, aquela de menor peso, menor entre eixos (curvas mais rápidas e curtas). Ou seja, melhor relação peso/potência e outras coisinhas a mais.

– TORQUE: é a força da qual a moto possui de saída e retomada de velocidade. Mede-se em kgf-m. Esta capacidade de retomada de velocidade (rapidez em retomada de aceleração) é a mais importante para o piloto defensivo, pois a moto terá um poder de saída mais rápido e um poder de ultrapassagens mais seguras. Principalmente para as motos de pequeno porte e cilindrada.

Muitos se confundem entre potência, torque e cilindrada. A moto com mais cilindrada, não significa ser a mais potente. Expl.: CB 600 F Hornet, com 600 cm³ e 102 cv, e Bandit 1250 cm³, com 98 cv. Claro, se quiser atingir maior velocidade final, escolha uma Hornet. Se quiser uma maior retomada de velocidade ou uma saída de trator, “enrugando” asfalto, escolha a Bandit 1250. 

Caramba! Porque eu escrevi este tópico? Sim, porque, antes de comprar uma moto, não pense só em cilindrada. Pense em como o torque ou a potência poderá lhe ajudar na pilotagem. Não pense somente em velocidade final (embora em certas situações seja muito importante), pense na força de retomada de acelerações, pois, mais importante do que ganhar uma corrida é ultrapassar com segurança, ou ter uma saída mais rápida e segura do que um carro em sua cola no semáforo.

P.S.: As motos acima mencionadas nem precisam se preocupar com retomadas de velocidade ou mesmo em velocidades finais. Estas máquinas são excelentes de torque e potência. Talvez escolham pelo desempenho, ou seja, estabilidade em curvas, frenagens, chassi, etc.. Mas, em motos de menor cilindrada, onde a velocidade é o de menos, pesquisem bem qual o torque que elas oferecem, porque são mais perigosas em nosso trânsito. A falta de torque nestas motos pode, até mesmo, cair parafusos, fundir motores, soltar escapamentos e, em subidas, deixar o garoupa descer da moto para empurrá-la.

Valeu, meus alunos, pelas fotos. Muito obrigado
Testem o vendedor da loja, perguntem sobre a ficha técnica da moto que lhe interessa. Pesquisem peso, torque, potência. Não se iludem em uma moto de maior potência e não ter torque para suportar piloto, garoupa e o peso da própria moto. 

Sobre estas dúvidas, estarei a disposição de todos, em meus fones e emails, ou mesmo nos comentários neste post.

Abraços a todos

  1. Caro amigo e irmão Amaral, valeu demais o espaço para nosso amigo falar da Boulevard 800 e principalmente você em mais um brilhante e educativo artigo, que para mim caiu do Céu. Pois tinha várias dúvidas e o como você explicou com a clareza do azul do mar… o TORQUE é tudo. Parabéns e até breve, pois quero fazer o curso do contraesterço…. que é fundamental para nós motociclistas.
    P/S. VENDI A MINHA MT03 E ESTOU HÁ MAIS DE 4 MESES SEM ANDAR DE MOTO. ME DÊ UMA DICA POIS AINDA NÃO ESTOU APTO PARA NOVA COMPRA. VALEU. PASCHOAL. S.J.RIO PRETO, 30/07/10.

  2. Caro Amaral sua colocação sobre Torque, e velocidade final foram ótimas. Muitos motociclistas se iludem com motos que tem velocidade e esquecem do mais importante a força, a velocidade final nem sempre é possivel de ser alcançada porem o torque é requerido sempre. Seja na saida de um sinal seja para fazer uma ultrapassagem segura.

    Pessoa sua autorização para publicar sua postagem em nossa revista, pois quero compartilha-la com nossos leitores. Mais uma vez parabéns e continue com com esse ótimo espaço.

    Abraço!

    Will Albuquerque
    http://www.RevistaExtrmem.com

  3. Isso se faz verdade comparando as 250 (fazer e ninjinha 250) e CB 300 e lógico a comet 250, a Kawasaki Ninja 250, equipada com motor de dois cilindros paralelos, que produz 33 cv de potência máxima;

    O “V2” da COMET de 249 cm³ tem duplo comando no cabeçote e arrefecimento a ar e óleo: gera 29,2 cv a 10.500 rpm de potência máxima e 2,31 kgf.m de torque máximo a 8.000 rpm. Porém mesmo equipado com injeção eletrônica, as rotações do motor crescem de forma lenta e “preguiçosa”. Para desfrutar da “esportivinha” da Kasinski, o motociclista tem que manter o giro acima dos 7.000 rpm. Caso contrário, vai se sentir pilotando uma 125cc. Esse caráter mais “esportivo” não chega a ser um defeito, apenas cansa um pouco nos deslocamentos urbanos, porém se torna divertido em estradas.

    O torque de um motor com 2 cilindros normalmente é maior em relação ao motor com 1 cilindro apenas!
    O teste da comet mostra mais detalhes…
    http://abcmotoclube.blogspot.com/2010/01/teste-kasinski-comet-gt-2010.html
    Abraço Amaral a gente vai se falando por email e obrigado pela dica técnica!

    Reinaldo – http://www.abcmotoclube.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *