Análise de Um Acidente

4 comentários

Queridos alunos e amigos leitores,

Este artigo vem a pedido de meu grande aluno ( agora mestre) Reynaldo Lobo. Ele viu no You Tube um acidente com uma Hornet 600 onde o piloto colidiu-se de frente a um caminhão. Saibam que a colisão frontal não é a mais frequente, mas é a mais grave e letal, pois os pesos somam-se a velocidade, dobrando, ou mesmo quadruplicando, o peso corpóreo das massas envolvidas.http://www.youtube.com/results?search_query=hornet+600+acidente&search_type=&aq=f

Pois bem, vamos analisar e depois vamos raciocinar como este acidente poderia ser evitado. Por favor, não iremos discutir religião, tais coisas do destino, do além, ou porque Deus quis, ou porque chegou a hora dele. Deixe isto para outro artigo, certo?

Eram muitas curvas, e uma delas, à direita, o piloto da Hornet entrou perfeito, pois diminuiu a velocidade antes da curva e deitou a moto bastante, fazendo a curva. Mas, a medida que a curva fechava mais, a moto “espalhou”, abriu para fora da curva. A força centrífuga ( fuga do centro) influenciou muito. Quanto maior a velocidade maior será a força centrífuga, maior, então, será a inclinação da moto.

A Hornet possui características de ciclísticas ótimas, permitindo muita inclinação, graças ao seu chassi e pneus apropriados. Em nossos cursos de pilotagem defensiva, a Hornet chega a tocar as pedaleiras no chão ao fazer as curvas. Haja “sliders” de botas para contar isso!!!

Dois problemas aconteceram: 1- O piloto não deitou a moto suficiente
2- Ao invés de desviar, frenou de frente ao caminhão. O caminhoneiro até tentou desviar, mas não deu tempo.

A frenagem da Hornet é indiscutivelmente maravilhosa. Mas percebam: frenou o freio da frente, pois a moto mergulhou, e tentou desviar ao mesmo tempo que frenou. Vendo que não dava, pisou mais forte o traseiro, derrapando a Hornet. Lembram-se do artigo Freiar… Ai Que Medo?. Lá diz que o que para a moto não é o freio, mas sim o atrito do pneu com o solo. O maior atrito está na frente da moto. Não dá pra desviar, enquanto freia,pois as forças físicas estão jogando a moto para frente.

A “borda de ataque” do pneu da Hornet é grande o suficiente para deitá-la até o limite de inclinação. Poderia fazer isso, já que estava em chão seco e com aderência. Vejam, o chão estava com aderência suficiente, pois a moto não derrapou na curva, ela se esparramou, abrindo a curva. Lembrem-se do artigo Rebolar…Que Papo Estranho É Esse? Sim, conhecer esse limite é importantíssimo para se aproveitar bem da inclinação de sua moto.

Será que poderíamos pensar que este acidente daria para ser evitado?

Aplique as seguintes regras da Pilotagem Defensiva, colocando-se no lugar daquele nosso irmão da Hornet: 1- Conhecimento: conhecemos os limites da moto, da pista ou mesmo de nós mesmos?
2- Atenção: damos prioridade para dar atenção ao velocímetro da moto, dando prioridade ao nosso ego de estarmos indo além da velocidade compatível ou até mesmo de alcançarmos nossos companheiros de viagem? ou damos atenção as situações de riscos e perigos a via de trânsito que percorremos? Aprendi com um aluno que precisamos criar uma escala de prioridades, para que a atenção seja dada ao principal assunto, a saber, a segurança.
3- Previsão: nunca se esqueçam da frase: ” as tragédias só acontecem com os outros”. Desculpem-me!!! Esqueçam sim dessa frase!!!. Tentem lembrar de uma outra frase, não tão famosa como esta acima citada, mas muito importante: “se as tragédias acontecem com os outros, porque não podem acontecer comigo também?” Aprender com os erros dos outros ganhamos muito em conhecimentos.

É, meus leitores e alunos, acidentes acontecem. Não sei se nosso irmão da Hornet sobreviveu. Sei que falar é fácil, se colocar no lugar do outro, isso sim é muito difícil. Por isso não quero julgar ninguém. Quero compartilhar conhecimentos a aplicá-los em minha vida.

Raciocinem. Todo o acidente é evitável?

Taí, uma polémica que podemos discutir.

Obrigado Reynaldo Lobo. Homenageio, também, o aluno Lucas, que conquistou seu sonho de possuir uma Bandit 650, depois de treinar com sua Twister em nossos cursos.

Abraços a todos.

  1. Ola pessoal, esse acidente de da Hornet é tipico do amadorismo, entrou numa curva sem conhecimento, eu assisti ao video varias vezes e ele espalha no meio da curva, a famosa previsao citada por nosso instrutor é a melhor e mais eficiente maneira de evitar acidentes, como ja foi dito tambem moto nao foi feito para cair.

  2. E que Discusão hem!
    Cuidado hem professor, não fale muito tbm senão ninguém vai querer fazer os seus cursos, hehehe…
    Só uma sujestão: Coloque o link do vídeo do assunto em questão que está no YouTube!
    Gostaria de uma declaração sua: Com base neste vídeo, o problema foi oquê? Falta de experiência? Amadorisco, como disse o anônimo? ou uma puta falta de sorte?

    Abraço
    Valeu e paz no trânsito

  3. Das 2 uma, ou o cara era muiiiitttooo braço ou esta embreagado!
    O link do vídeo é este:
    http://www.youtube.com/results?search_query=hornet+600+acidente&search_type=&aq=f

    Mas é estranho, uma pessoa que tem uma hornet normalmente pilota muito, ou será que esta seria a primeira moto do jovem piloto?

    Paciência, prudência e respeito… essas são as respostas.

  4. O Amaral, fale ai cara, acredito que vc já saiba sobre a “nova” twister…
    Deixe por favor como se inscrever para os Curso de Pilotagem de Motos.

    Um Abraço, fotos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *